Sobre o Movimento Popular INCLUA-SE

Minha foto
São Caetano do Sul, Região do ABCD /São Paulo, Brazil
Não sabemos o que somos e sim o que NÃO somos! Não somos uma organização não governamental sem fins e muito menos com fins lucrativos (ONGs); Não somos um INSTITUTO; Não somos uma INSTITUIÇÃO nem pertencemos a uma; Não somos de CONSELHOS nem representamos segmentos. Não defendemos bandeiras PARTIDÁRIAS. Sendo assim, somos ILEGÍTIMOS aos olhos dos Poderes Constituídos!

Movimento: ano ímpar




Postado em 30.12.2011





 Por Amilcar Zanelatto.















O ano de 2011 foi ímpar para o Movimento Inclua-se! não somente porque termina em numeral 1: principalmente porque houve, desde seu início, um longo caminho a ser percorrido, caminho esse repleto de obstáculos a serem removidos. 

Sobre o blog - Acesse.


Arquivo Inclua-se! 

Tornou-se ímpar, para nós, porque respondemos à indefectível e retórica pergunta feita pelo Poder: "Quantos vocês são? O que fizeram pelas pessoas com deficiência?"

Ímpar porque descobrimos o quão frágeis são os argumentos daquelas pessoas que defendem o modelo Integracionista, e os expusemos em toda sua estreiteza.

Expusemos o olhar que a sociedade tem - mormente a sulsancaetanense - sobre a questão da deficiência em denúncias de barreiras atitudinais alimentadas pelo Poder  como nos sanitários da praça Jacome Formiga. Acesse


 Arquivo Inclua-se!
Escancaramos as barreiras programáticas e a ignorância conveniente do Poder expondo em  Obstáculos Permitidos por Leis - Acesse



  Google Image.

e Bom Conselho. Acesse.
 


Mas nos fora, o ano de 2011, ímpar, porque conquistamos uma vitória singular: com um mero - e eficiente - exercício de cidadania: com o Movimento Inclua-se! conseguimos fazer recuar dois Poderes (o Executivo e o Legislativo) em sua intenção de manterem as pessoas com deficiência sob tutela de Instituições, com a parceria de um terceiro Poder: o Judiciário, pelo Ministério Público - Moviento: um resultado. Acesse.

Dra. Maria Izabel, da 8a. Promotoria de Justiça


O Movimento Inclua-se! nascera em ano par: cinco anos depois, obtivera reconhecimento pelas ações desenvolvidas, reconhecimento este consubstanciado pela aprovação de um Projeto de Lei que garante a TODOS o direito de participação plena na determição dos rumos que darão às suas vidas, ao reconhecimento de seu protagonismo ao terem o direito inalienável de construirem sua pópria história.

E, por reconhecimento, devo agradecer a todas as pessoas que participaram desta conquista.

E aproveito para agradecer a Tuca Monteiro, cujo empenho fora determinante a essa conquista.
Ao longo de minha trajetória como militante da causa da pessoa com deficiência tive a oportunidade de conhecer muitas pessoas empenhadas; mas tenho de reconhecer que Tuca Monteiro é um espírito raro, daqueles que fazem diferença.

À ela, ofereço, em nome de todos que direta ou indiretamente participam do Movimento Inclua-se!


 Letra da música: Sueno con serpientes.

O próximo ano será par: teremos trabalho redobrado por ser ano de eleição municipal.
E faremos dele, certamente, outro ano ímpar.

Amilcar Zanelatto Fernandes


Um comentário:

  1. Amilcar Zanelatto Fernandes31 de dezembro de 2011 07:10

    Nessa semana vimos um carro (ônibus) da linha intermunicipal com o SÍmbolo Internacional de Acesso (SIA). Ontem embarquei em um, da Linha 008, que liga o Bairro Nova Gerty, em São Caetano do Sul, ao Terminal Sacomã, interligado ao Metrô. Há plataforma de acesso a pessoas em cadeira de rodas ou com mobilidade reduzida, no veículo. Perguntei ao motorista (que também tem função de cobrador) quando os carros começaram a circular. Ele me respondeu: "nessa semana".
    A próxima vivência em São Paulo poderá ser feita utilizando-se ônibus, querida Tuca Monteiro. Se bem que não perguntei quantos carros adaptados circulam na Linha.

    ResponderExcluir